sexta-feira, setembro 23, 2011

Se...

Se ele quisesse teria corrido o risco dessa emoção!!

Talvez o que me faltasse fosse um pretexto, um alibe infalível, algo q justificasse meu crime de amá-lo. Mesmo com tantas coisas e sentimentos em jogo, eu queria essa eventualidade, desejáva-o de tal forma que doía. Dia após dia esta dor só crescia e me arrancava pedaços por dentro.
Por vezes lancei-me ao chão como ato de desistência, mas algo mais forte me puxava pelos cabelos. Não era ele, era uma força que gritava.
"Ah, se ele quisesse, se tivesse dito que sim, mas ele não disse, apenas sorriu e me estendeu a mão como gesto de amizade, apenas bons amigos, nada mais".
 Mesmo assim a dor não se calou...
 
 
Taty N.S.

3 comentários:

Luna Sanchez disse...

Acho que nem vai calar porque quando é assim...Ai, ai.

Beijos.

Bárbara disse...

Querida, não deixa ele perceber seus sentimentos, quando eles acham o jogo fácil eles não dão importância, dê a volta, não mostre tanta importância a ele, se valorize, se ame, sorria pra vida, e vc verá, como diz o ditado: " Cuide do seu jardim para que as borboletas venham visitá-las" e não vc perseguir as borboletas.

bjs
Bárbara.

Bárbara disse...

Querida estou fazendo um bazar de coisas novas e usadas no meu blog dá um pulinho lá e vê se gosta de alguma coisa, tem uma caixa de maquiagem lindíssima e umas bijus maravilhosas!!!
TB estou realizando um sorteio nos dois blogs meu, vem participar: http://barbieesanrioavenda.blogspot.com/
http://bazaroutrasmarcas.blogspot.com/
Carteira + Cinemark
bjs,
Bárbara